Chanceler quer cúpula de San Salvador como laboratório para a do G20

San Salvador, 29 out (EFE).- A cúpula de San Salvador é uma excelente oportunidade para que os países ibero-americanos possam levar uma voz comum à reunião do G20 em Washington, disse hoje à imprensa a chanceler salvadorenha, Marisol Argueta.

EFE |

Para a ministra essa "voz compartilhada" de América Latina, Espanha e Portugal poderá ser transmitida pelos países que participarão, em 15 de novembro, do G20, que reúne países desenvolvidos e emergentes.

Sobre a possibilidade de que se adotem medidas em San Salvador, a chanceler disse que hoje o debate será aberto e que será necessário esperar a discussão de amanhã entre os Chefes de Estado e Governo.

Perguntada se seu país apóia o chefe de Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, por ir à cúpula internacional de Washington apesar de não pertencer ao G20, Argueta disse que El Salvador "já deu seu apoio à Espanha, que é um ator importante no contexto econômico internacional".

O temor a um contágio da crise financeira mundial e a uma possível recessão econômica domina a cúpula iniciada hoje pelos líderes ibero-americanos em San Salvador, na qual o tema central seria juventude e desenvolvimento, mas acabou sendo ofuscado pela turbulência econômica global. EFE mlg/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG