Lima, 30 mai (EFE).- O chanceler peruano, José García Belaúnde, afirmou hoje que o presidente da Bolívia, Evo Morales, está um pouco passado de época ao convocar uma segunda e definitiva independência dos povos indígenas americanos.

García Belaúnde comentou, segundo a agência oficial de notícias "Andina", que não sabe "quem deu" o mandato a Morales para que ele se considere o representante de todos os indígenas do continente.

"O presidente Morales às vezes se considera representante não só de seu povo, mas de todos os povos indígenas, e não sei quem lhe deu esse mandato", assinalou.

Morales enviou na sexta-feira um comunicado aos organizadores da 4ª Cúpula Continental de Povos Indígenas, realizada na cidade peruana de Puno, em que defendeu a luta pela terra e "a vida própria" para os nativos.

García Belaúnde disse hoje que o discurso de Morales o faz lembrar os feitos, na década de 70, pelo ditador peruano Juan Velasco Alvarado.

"Estamos voltando aos anos 70. Isso tudo me parece um pouco velho", disse.

O chanceler afirmou, no entanto, que o Governo peruano espera superar as diferenças apresentadas nas últimas semanas com a Bolívia e retomar o trabalho em projeto conjuntos. EFE dub/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.