respeito da Bolívia - Mundo - iG" /

Chanceler peruano cobra respeito da Bolívia

Lima, 4 jul (EFE).- O chanceler peruano, José Antonio García Belaúnde, pediu respeito à Bolívia para melhorar as relações bilaterais, abaladas pelos comentários do presidente Evo Morales sobre a suposta instalação de bases militares dos Estados Unidos no Peru, informou hoje a imprensa local.

EFE |

"Nós não nos intrometemos em assuntos internos da Bolívia e esperamos que o presidente boliviano não se meta em assuntos internos do Peru. Se não há respeito não se pode melhorar a situação", disse García Belaúnde ao diário "Peru 21".

O chefe da diplomacia peruana ressaltou que se essa condição não for realizada, "serão tomadas as medidas para o caso".

O chanceler e seu embaixador em La Paz, Fernando Rojas, analisaram nos últimos dois dias em Lima as relações em diferentes níveis de cooperação com a Bolívia, embora García Belaúnde explicasse que ainda não tem uma data prevista para o retorno do diplomata peruano ao país vizinho.

Na segunda-feira passada, o Governo em Lima chamou Rojas para realizar consultas, três dias depois de o presidente Morales ter felicitado o Equador por não permitir que os EUA mantivessem uma base militar em seu território.

Morales disse então que Washington "está levando suas bases militares para o Peru" e pediu aos peruanos que evitassem que isto acontecesse.

Tanto Lima como Washington asseguraram que essas bases não existem e que não pretendem transferir as instalações no Equador para território peruano. EFE watt/bm/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG