Chanceler paraguaio realizará sua primeira visita oficial ao Brasil

Brasília, 4 set (EFE).- O ministro das Relações Exteriores do Paraguai, Alejandro Hamed, será recebido amanhã por seu colega brasileiro, Celso Amorim, na sua primeira visita ao Brasil no cargo, informaram hoje fontes diplomáticas.

EFE |

Porta-vozes da embaixada paraguaia em Brasília disseram à Agência Efe que o ministro Hamed, que permanecerá na cidade até domingo, terá amanhã um encontro com Amorim, com quem depois almoçará.

No sábado Hamed tem previsto vários "assuntos de trabalho" com o pessoal da embaixada, explicaram fontes consultadas pela Efe.

Na reunião com Amorim se prevê que sejam discutidos assuntos de interesse regional e bilateral, como o processo de integração na América do Sul e no Mercosul.

Fontes brasileiras disseram à Efe que Amorim aproveitará a ocasião para reiterar o apoio do Brasil ao presidente do Paraguai, Fernando Lugo, que na última segunda denunciou a existência de uma "conspiração" contra seu Governo.

No âmbito bilateral estará na agenda a situação da represa de Itaipu, cuja propriedade compartilham os dois países e que durante a campanha eleitoral que levou Lugo ao poder foi alvo de polêmica tanto no Brasil como no Paraguai.

Lugo afirma que o tratado constitutivo da represa deve ser revisado, pois contém cláusulas que prejudicam o Paraguai.

O Brasil disse que não está disposto a revisar o tratado, mas reafirmou seu interesse em ajudar o desenvolvimento do Paraguai e se ofereceu para construir uma linha de alta tensão de Itaipu até Assunção a um custo aproximado de US$ 200 milhões.

Neste sentido, Amorim disse hoje a jornalistas que o estudo de viabilidade desta linha foi concluído nesta mesma semana e que amanhã pretende "continuar falando (com Hamed) sobre a disposição do Brasil de buscar fórmulas para financiar" estas obras. EFE ed/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG