Chanceler mexicana destaca importância de boas relações com Obama

México, 5 nov (EFE) - A chanceler mexicana, Patricia Espinosa, ressaltou hoje a importância de transferir à nova Administração americana a necessidade da continuidade na agenda conjunta sobre imigração e luta contra o crime organizado.

EFE |

A chefe da diplomacia mexicana afirmou em entrevista coletiva seu desejo de "transmitir a importância da agenda bilateral" ao presidente eleito americano, Barack Obama, e negou que este tivesse mostrado pouco interesse pela relação com o México, como asseguraram alguns setores mexicanos antes do pleito.

Espinosa atribuiu o fato de o democrata não ter ido ao México em sua campanha, como fez seu rival, o republicano John McCain, a "razões de logística e de estratégia".

"Existe um interesse por parte do senador Obama de ter contato com o México", afirmou a chanceler, que considerou que o democrata tem o país na qualidade de "amigo e associado".

Ela lembrou que na carta de felicitação enviada terça-feira à noite pelo presidente mexicano, Felipe Calderón, ao democrata, ele era convidado a se encontrar com o líder do México quando houve um espaço em sua agenda.

Espinosa lembrou que os contatos com o presidente eleito - que tomará posse em janeiro- já começaram na campanha eleitoral.

O tema da imigração é "central" na agenda bilateral e sobre ele se continuará buscando "cultivar o apoio do Congresso americano", disse o responsável da Chancelaria.

Ela também se referiu à cooperação contra o crime organizado, concretamente à Iniciativa Mérida, um plano de ajuda antidrogas dos EUA ao México e à América Central que se estenderá por um prazo de três anos.

Além disso, Espinosa expressou o interesse do México em "seguir aprofundando" o Acordo de Livre-Comércio da América do Norte (Nafta), especialmente na atual conjuntura econômica global. EFE jrp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG