O ministro israelense das Relações Exteriores, Avigdor Lieberman, saudou nesta quarta-feira a retomada do diálogo entre israelenses e palestinos sem condições prévias.

O chanceler fez a afirmação depois da reunião de terça-feira em Nova York entre o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, o presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, e o presidente americano Barack Obama, apesar da mesma não ter permitido um novo estímulo às negociações de paz, congeladas desde o fim de 2008.

"Estou feliz com o fato de ter acontecido um encontro e que um diálogo seja retomado sem condições previas", declarou Lieberman, líder do partido de extrema direita Israel Beiteinu.

"O importante é que este governo respeite seus compromissos e não ceda às pressões", completou.

Ele também se mostrou contrário a qualquer exigência de congelar a colonização israelense como condição prévia para negociações.

Lieberman voltou a considerar pouco provável um acordo de paz com os palestinos nos próximos anos, ao destacar que "dezenas de conflitos perduram no mundo sem um acordo que os resolva".

ms/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.