Chanceler iraquiano pressiona por decisão sobre acordo EUA-Iraque

O líder da diplomacia iraquiana, Hoshyar Zebari, considerou neste sábado que chegou o momento para norte-americanos e iraquianos tomarem uma decisão sobre a presença militar norte-americana no Iraque depois de 2008.

AFP |

"É o momento (para Washington e Bagdá) de tomar uma decisão. Os próximos dias terão uma importância crucial", declarou o ministro iraquiano das Relações Exteriores em uma entrevista coletiva à imprensa em Bagdá.

"Ontem (sexta-feira) houve uma reunião importante do conselho político de segurança nacional e as duas equipes de negociadores apresentaram um texto final" para o acordo, acrescentou Zebari, ao ressaltar que "será difícil modificar" esse texto.

"O Parlamento só poderá ratificá-lo ou rejeitá-lo", assegurou.

O chanceler iraquiano ressaltou que se trata de "um acordo provisório de três anos" que "não ratifica bases" militares norte-americanas permanentes no Iraque.

Autoridades norte-americanas e iraquianas concluem um acordo sobre o futuro das forças norte-americanas no Iraque, que deve dar um marco jurídico à presença militar dos Estados Unidos nesse país depois de 31 de dezembro, quando vence o mandato concedido pelo Conselho de Segurança da ONU.

kat-dab/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG