Chanceler iraquiano diz que conversas entre EUA e Irã não foram encerradas

Bagdá, 7 mai (EFE).- O ministro de Relações Exteriores iraquiano, Hoshyar Zebari, afirmou hoje que o diálogo entre os Estados Unidos e o Irã sobre a questão da segurança do Iraque está suspenso, e não morto.

EFE |

"As conversas (entre Teerã e Washington) estão paradas, mas não mortas", destacou Zebari em entrevista coletiva em Bagdá.

"O diálogo entre EUA e Irã deve ser realizado no momento e lugar adequados, em um ambiente positivo", destacou o ministro iraquiano.

Por outro lado, Zebari frisou que os laços do Iraque com o Irã "são fortes e sólidos, por isso o Governo iraquiano apóia o desenvolvimento das relações bilaterais".

As declarações de Zebari foram feitas um dia após o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores iraniano, Mohammad Ali Hosseini, anunciar que seu país não retomará as negociações com os EUA sobre o Iraque enquanto continuar a ofensiva das tropas americanas e iraquianas contra a milícia radical pró-Irã, Exército Mehdi.

"O diálogo não faz sentido enquanto as forças de ocupação continuarem bombardeando os civis", disse Hosseini, cujo país manteve três rodadas de conversas de embaixadores e analistas desde maio do ano passado, em Bagdá.

Washington e várias autoridades de Bagdá acusam Teerã de interferir nos assuntos internos do Iraque e de ajudar com armas e treinamento militar as milícias radicais xiitas ativas em território iraquiano. EFE am/wr/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG