Chanceler francês propõe plano de paz em reunião na Geórgia

O chanceler francês, Bernard Kouchner, reuniu-se neste domingo, em Tbilisi, com o presidente georgiano, Mikhail Saakashvili, para lhe propor um plano de paz apoiado pela União Européia (UE), como solução para o conflito com a Rússia em torno da região separatista georgiana da Ossétia do Sul.

AFP |

O plano inclui um cessar-fogo imediato, o acesso dos médicos às vítimas, uma retirada controlada de tropas russas e georgianas e eventual negociação política, disse Kouchner à imprensa, após o encontro.

"Nosso trabalho é claro (...) Temos de encontrar os meios de um cessar-fogo imediato, aceito por ambas as partes", frisou o ministro das Relações Exteriores da França, cujo país ostenta a presidência rotativa da UE.

"Devemos falar de negociações e de uma solução política. A solução não é militar", acrescentou.

O ministro francês chegou a Tbilisi neste domingo à tarde, acompanhado do presidente da Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa (OSCE), o finlandês Alexander Stubb.

Kouchner, que seguirá para Moscou na segunda-feira, onde espera se reunir com o presidente russo, Dimitri Medvedev, afirmou: "temos de agir rápido; isso não é um exercício diplomático, é um exercício de sobrevivência".

Saakashvili disse à imprensa que seu país está "em uma situação sem igual nos tempos modernos".

"Estamos tentando encontrar soluções para salvar a paz e o nosso país", disse o presidente georgiano, ressaltando que são os russos que têm de pôr fim ao conflito.

"Nós não entramos no território deles. Eles entraram no nosso e foi quando o sofrimento começou", declarou.

mm/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG