Chanceler do Equador pede debate ágil em abertura de reunião da Unasul

Quito, 15 set (EFE).- O chanceler equatoriano, Fander Falconí, pediu hoje um debate com agilidade e riqueza sobre temas de segurança regional ao abrir em Quito a reunião extraordinária de ministros das Relações Exteriores e de Defesa da União de Nações Sul-americanas (Unasul).

EFE |

Para o titular da diplomacia equatoriana, a missão dos ministros presentes é abordar de forma "mais transparente e clara" os pontos que não foram resolvidos na cúpula de presidentes da Unasul realizada em Bariloche (Argentina) no mês passado.

"Não vamos entrar numa discussão política que já houve no nível mais alto. Esta reunião não deixa de ser política, mas também tem elementos técnicos. Podemos ter um processo muito mais certeiro", afirmou Falconí.

O ministro das Relações Exteriores do Equador se referiu a um texto que "já está consolidado" após a reunião do conselho de delegados, que ocorreu ontem no mesmo hotel de Quito onde teve início hoje o encontro ministerial.

O conselho de delegados analisou um texto com cinco eixos: troca de informação militar, transparência de despesas de defesa, informação e consulta sobre atividades militares em zonas de fronteira, consulta e cooperação sobre atividades militares não previstas, e cumprimento e verificação do que foi acordado.

No encontro de hoje, os ministros previam discutir as propostas para a criação de medidas de incentivo à confiança em nível regional em tópicos de segurança, baseados nos princípios de respeito à soberania, integridade e inviolabilidade territorial e não ingerência nos assuntos internos dos Estados.

A reunião também deve servir para discutir o acordo entre Washington e Bogotá segundo o qual os Estados Unidos poderão usar até sete bases militares colombianas, assunto que despertou tensões e preocupação em vários países sul-americanos.

A reunião de hoje foi programada pelos chefes de Estado da região na cúpula extraordinária da Unasul celebrada em Bariloche. EFE ic-sm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG