Chanceler de Israel diz que declaração de mediadores atrapalha

Jerusalém, 19 mar (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores de Israel, Avigdor Lieberman, disse hoje que a declaração do quarteto para o Oriente Médio, que pede um diálogo para a criação de um Estado palestino em 24 meses, prejudica as possibilidades de acordo.

EFE |

"A paz não pode ser imposta de forma artificial e com um calendário irreal", afirmou o chanceler, perante a comunidade judaica em Bruxelas, segundo um comunicado de seu escritório.

Segundo Lieberman, a declaração "ignora as experiências dos últimos 16 anos (desde os acordos de Oslo) e não leva em conta que a paz deve ser construída "com ações práticas".

"Estes anúncios só afastam o objetivo de alcançar um autêntico acordo entre Israel e os palestinos ao dar à parte palestina a falsa impressão que bater o pé e rejeitar se sentar à mesa de negociações sob falsos pretextos lhe aproximará do seu objetivo", completou. EFE ap/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG