O ministro das Relações Exteriores do Equador, Fander Falconi, viajará ao Brasil segunda-feira para conversar com seu colega Celso Amorim sobre temas de interesse bilateral nos âmbitos político, diplomático e econômico, anunciou neste sábado a chancelaria equatoriana.

Falconi fará esta visita oficial de um dia poucos meses depois de os dois governos terem superado uma controvérsia diplomática provocada pela expulsão, em setembro de 2008, da construtora brasileira Odebrecht do território equatoriano.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chamou de volta o embaixador brasileiro no Equador entre novembro e janeiro por causa deste problema.

O ministério equatoriano das Relações Exteriores informou que Amorim e Falconi buscarão elaborar uma pauta conjunta para o fortalecimento da integração latino-americana e das relações bilaterais.

Lula esteve em Quito no dia 10 de agosto, por ocasião da cúpula da União das Nações Sul-Americanas (Unasul).

sp/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.