Chanceler britânico diz que é tarefa dos iranianos escolher líder

Londres, 17 jun (EFE).- O chanceler britânico, David Miliband, disse hoje que corresponde aos iranianos escolher seu Governo e lamentou a violência registrada durante as manifestações organizadas pela oposição política, após as eleições presidenciais no Irã.

EFE |

Em declarações divulgadas pela "BBC", Miliband explicou que o embaixador do Reino Unido em Teerã, Simon Gass, confirmou que "centenas de milhares de pessoas" saíram hoje de novo às ruas para pedir novas eleições, cujos resultados, que deram a vitória ao atual presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, consideram fraudulentos.

O ministro ressaltou que, do exterior, a mensagem que se deve enviar é, por uma parte, que corresponde aos iranianos escolher seu Governo, e por outra, condenar em termos firmes a violência empregada contra os manifestantes.

Segundo ele, também é preciso lembrar o Irã que, para reivindicar seus direitos, deve cumprir as obrigações internacionais.

Sobre as restrições impostas à imprensa estrangeira, Miliband louvou o trabalho de meios como o canal em persa da TV pública britânica "BBC", que "era um importante recurso para os iranianos e agora foi cortado".

Paralelamente, a Chancelaria confirmou que o embaixador do Reino Unido em Teerã foi chamado a consultas pelo Ministério de Assuntos Exteriores iraniano, supostamente por comentários feitos na terça-feira pelo primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, e o pelo próprio Miliband. EFE jm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG