Chanceler britânico condena atentado cometido na Índia

Londres, 13 mai (EFE) - O ministro de Assuntos Exteriores britânico, David Miliband, condenou hoje o atentado múltiplo cometido na cidade indiana de Jaipur e que deixou pelo menos 60 mortos.

EFE |

"Os ataques de hoje em Jaipur mostram mais uma vez a horrorosa destruição que gera o terrorismo", afirmou Miliband em comunicado oficial.

"Nunca pode haver justificativa alguma para atos de violência indiscriminada como este", ressaltou o chefe da diplomacia britânica.

O Reino Unido, acrescentou o titular de Assuntos Exteriores, "continuará apoiando o Governo e o povo da Índia contra o terrorismo em todas as suas manifestações".

Pelo menos 60 pessoas morreram e outras 150 ficaram feridas no atentado cometido no coração turístico da Índia, a "cidade rosa" da capital do Rajastão.

Os artefatos, de média ou baixa potência segundo fontes policiais, explodiram em pontos muito movimentados como bazares e templos a partir das 19h (10h30 em Brasília) e de forma consecutiva nos quinze minutos seguintes.

Segundo o inspetor geral de Polícia de Jaipur, Pankaj Singh, oito bombas explodiram em seis diferentes pontos da cidade, todos eles muito próximos. EFE pa/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG