Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Chancelaria espanhola inicia gestões com o Brasil por rejeição de 4 espanhóis

Madri, 22 jul (EFE).- O Ministério de Exteriores espanhol iniciou gestões com as autoridades brasileiras para averiguar as razões da rejeição no domingo passado de quatro turistas espanhóis no aeroporto de Salvador, que foram obrigados a pegar o mesmo avião no qual tinham partido horas antes de Madri.

EFE |

Fontes do ministério disseram hoje à Agência Efe que, após ter conhecimento dos fatos, entraram em contato com as autoridades do Brasil e, em função do que tiver acontecido, "veremos o que podemos fazer".

Os quatro turistas foram rejeitados no domingo passado no aeroporto de Salvador, apesar de todos cumprirem os requisitos de acesso ao Brasil e sem que a Polícia federal do aeroporto desse razões para a expulsão, disse à Efe um dos espanhóis, Álvaro Fernández Heredia.

Fernández Heredia foi hoje à Embaixada do Brasil em Madri para apresentar uma denúncia devido ao ocorrido, mas os responsáveis lhe negaram essa opção e disseram que fosse ao Ministério de Assuntos Exteriores espanhol, segundo o turista.

No Ministério de Exteriores, o espanhol deu queixa por "falta de assistência diplomática" em Salvador, onde afirma que ligou - sem sucesso - para o celular de emergência do consulado espanhol nessa cidade, e uma segunda queixa por ter sido rejeitado "sem justificativa", disse Fernández Heredia.

Segundo ele, a crise do começo do ano entre Brasil e Espanha como conseqüência dos casos de turistas destes dois países barrados em aeroportos da outra parte "fechou em falso".

Diante das devoluções de cidadãos brasileiros na Espanha durante este ano, o Brasil reagiu então endurecendo os controles sobre os espanhóis, em "medidas de reciprocidade". EFE msr/an

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG