Chacina em Bagdá mata 5 pessoas da família de líder sunita

Um grupo de homens armados matou nesta terça-feira cinco membros da família de um dos líderes dos Conselhos de Salvação, a 25 quilômetros ao norte de Bagdá, informaram fontes policiais iraquianas.

EFE |

Os criminosos invadiram a casa do chefe das forças do Sahwa - as milícias sunitas criadas para lutar contra Al-Qaeda - na madrrugada desta terça-feira.

Morreram a mulher do líder sunita, sua filha de 22 anos e três filhos de idades entre 12 e 16 anos, que foram decapitados.

Segundo a a polícia iraquiana, o bairro foi isolado para procurar os autores do massacre.

Nas últimas semanas, 25 pessoas morreram dessa maneira: homens armados com uniformes do Exército iraquiano invadiram casas de membros dos Conselhos de Salvação assassinando seus moradores.

Os chamados Conselhos de Salvação são milícias tribais sunitas que colaboram com as tropas dos Estados Unidos e do Iraque em sua luta contra a insurgência da Al-Qaeda.

Leia mais sobre Iraque

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG