Cerca de 70 mil mortos já foram enterrados no Haiti

PORTO PRÍNCIPE - Aproximadamente 70 mil pessoas mortas no terremoto da última terça-feira passada no Haiti foram enterradas até o momento, enquanto o governo decretou estado de emergência até o fim do mês.

iG São Paulo |

  • Veja imagens da tragédia no Haiti
  • Haiti vive cenas de destruição e desespero; assista
  • Saiba quem são os brasileiros mortos no Haiti
  • Direto do Haiti: Em meio à tragédia, sinais de que a vida segue
  • Saiba como ajudar as vítimas do Haiti
  • Veja as principais notícias sobre o terremoto no Haiti
  • O número de mortos foi divulgado pelo secretário de Estado para a Alfabetização, Carol Joseph, segundo informou hoje a "Rádio Metropole", uma das maiores do país.

    Além do estado de emergência, que suspende várias garantias constitucionais, o governo decretou um período de luto nacional de 30 dias a partir de hoje, até o dia 17 de fevereiro.

    Os cadáveres que continuam aparecendo sob os escombros são transportados a valas comuns, onde são cobertos com uma solução de cal virgem, segundo explicou o ministro da Saúde, Alex Larsen, que não descartou a possibilidade de queimá-los para evitar a propagação de doenças infecciosas.

    Segundo o ministro do Interior, Antoine Ben-Aimé, o terremoto causou a morte de 100 mil pessoas, embora outras fontes asseguram que podem ser mais.

    O terremoto de 7 graus na escala Richter aconteceu às 19h53 de Brasília da terça-feira e teve epicentro a 15 quilômetros da capital haitiana, Porto Príncipe. A Cruz Vermelha do Haiti chegou a estimar que o número de mortos ficaria entre 45 mil e 50 mil.

    Na quarta-feira, o primeiro-ministro do país, Jean Max Bellerive, já havia falado em "centenas de milhares" de mortos.

    O Exército brasileiro confirmou que pelo menos 15 militares do país que participam da Minustah, a missão da ONU no Haiti, morreram em consequência do terremoto.

    A médica Zilda Arns, fundadora e coordenadora da Pastoral da Criança, ligada à Igreja Católica, e Luiz Carlos da Costa, o segundo civil mais importante na hierarquia da ONU no Haiti, também morreram no tremor.

    *Com infrmações da Efe*

    Veja também:

    Leia mais sobre terremoto

      Leia tudo sobre: haititerremototerremoto no haiti

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG