Cerca de 50 membros do Taliban são mortos no Afeganistão

KHOST, Afeganistão (Reuters) - Um ataque aéreo matou 30 membros do Taliban no sudeste do Afeganistão, perto da fronteira com o Paquistão, e a polícia afegã matou mais 18 militantes do mesmo grupo no sul do país, informaram autoridades na quarta-feira. A violência aumentou no Afeganistão neste ano, já que o Taliban, movimento islâmico extremista, intensificou sua campanha de ataques de guerrilha, homens-bomba e bombardeios na beira de estradas, a fim de derrubar o governo pró-Ocidente e expulsar as tropas estrangeiras do país.

Reuters |

As tropas estrangeiras empreenderam o ataque aéreo, no qual 30 talibãs foram mortos depois que os militantes atacaram um comboio no distrito de Sarobi, na província de Paktika, na terça-feira, informou o vice-governador provincial.

'Apenas seis de nossos policiais foram feridos no ataque talibã', disse Abdul Malik, acrescentando que não houve estrangeiros mortos no incidente.

Também na terça-feira, 18 membros do Taliban foram mortos em um combate contra a polícia na província de Helmand, um dos principais bastiões do grupo, segundo o chefe da polícia provincial. Segundo ele, não houve baixas entre policiais.

O Taliban não foi encontrado para comentar o assunto, e uma verificação independente do número de mortos não foi possível.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG