Cerca de 5 mil ativistas fazem manifestação antes da cúpula do G8

Tóquio, 5 jul (EFE).- Cerca de 5 mil ativistas pertencentes a ONGs, sindicatos e outros grupos de ativistas fizeram uma manifestação hoje pelas ruas de Sapporo, em Hokkaido, no norte do Japão, antes da cúpula do Grupo dos Oito (G8, os sete países mais desenvolvidos e a Rússia).

EFE |

O protesto, que aconteceu de maneira pacífica, levou à detenção de dois manifestantes, disse à Agência Efe Takashi Shimosawa, um ativista do Fórum de ONGs da Cúpula do G8, presente na manifestação.

Um dos detidos é o motorista de uma caminhonete que acompanhava a manifestação, a partir de onde foram lançadas mensagens antiglobalização através de megafones.

O outro detido é um manifestante que, segundo Shimosawa, ultrapassou "dois centímetros" a linha marcada pela Polícia para o protesto.

Os manifestantes, que percorreram cerca de 3 quilômetros em Sapporo, levavam várias mensagens para os líderes dos países mais industrializados, entre eles as críticas às desigualdades econômicas no mundo e os desejos de paz.

"Muitos dizem que os políticos devem se preocupar mais as pessoas pobres e com as grandes diferenças de riqueza. Todos concordam em que não é feito o suficiente para evitar as conseqüências negativas da globalização", disse Shimosawa.

Além do protesto, foram organizadas várias apresentações musicais e conferências, com a participação de ativistas de diversas organizações civis internacionais.

Os líderes dos EUA, Canadá, Reino Unido, Alemanha, França, Itália, Japão e Rússia se reunirão, junto com representantes da União Européia e 14 países convidados, a partir da segunda-feira em Hokkaido. EFE icr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG