Cerca de 40.000 camponeses expulsos no Zimbábue (sindicato)

Cerca de 40.000 camponeses zimbabuanos foram expulsos de suas terras devido aos ataques e intimidações por parte de militantes do presidente Robert Mugabe depois das eleições de 29 de março, disse nesta quinta-feira o líder de uma associação agrícola de Johannesburgo.

AFP |

"Depois das eleições, 40.000 pessoas foram expulsas", declarou Gertrude Hambira, secretária-geral do Sindicato dos Trabalhadores Agrícolas do Zimbábue, em uma entrevista coletiva à imprensa.

"Nossos membros e suas famílias foram deixados sem um teto. Foram atacados por grupos de milicianos que vestiam uniformes do exército", acrescentou.

"Foram acusados de votar na oposição. A maioria deles está na beira das estradas ou se abriga em granjas" e "tentamos encontrar uma maneira de alimentá-los", afirmou.

Hambira ressaltou o aumento da violência depois das eleições contra 1,5 milhão de zimbabuanos que vivem no campo.

dj/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG