Cerca de 30 mil são retirados após incêndio em arsenal militar russo

De acordo com autoridades, 52 pessoas pediram ajuda médica e 25 delas foram internadas depois de explosões em depósito de munições

EFE |

Um incêndio em um depósito de munição na república da Udmúrtia, no centro da Rússia, desatou a explosão de projéteis durante toda a sexta-feira e força a retirada de mais de 28 mil de suas casas, informou o Ministério da Rússia para Situações de Emergência.

Dois idosos que moravam nas redondezas do local morreram aparentemente de ataques cardíacos pelo susto causado pelas explosões, disse o ministro de Saúde de Udmúrtia, Vladimir Muzlov, de acordo com as agências de notícia russas.

AP
Incêndio atinge depósito de munição em Pugachyovo, na região central da Udmúrtia, Rússia
De acordo com o Ministério de Situações de Emergência da Rússia, 52 pessoas pediram ajuda médica e 25 delas foram internadas depois do incêndio e das explosões que começaram na quinta-feira no arsenal localizado a cerca de 900 quilômetros a leste de Moscow.

Segundo um comunicado oficial, "a intensidade do fogo diminuiu", e o incêndio no arsenal não representa uma ameaça para Izhevsk, capital da Udmúrtia, nem para outras cidades próximas ao local do acidente.

Fontes policiais citadas pela agência "Interfax" indicaram a possibilidade de que o incêndio no arsenal tenha sido provocado por uma ponta de cigarro.

O acidente causou também o fechamento da rodovia federal que liga Izhevsk à capital russa. "Não há pânico. Em geral, a situação está controlada. O importante é que não há vítimas", declarou o chefe do governo da Udmúrtia, Aleksandr Volkov, que foi ao local do incêndio.

O Ministério informou que no arsenal eram armazenados foguetes sem carga explosiva, por isso o incêndio não representa perigo para a população.

O fogo de hoje é o segundo em um arsenal militar russo nos últimos oito dias: em 26 de maio um acidente similar, que também forçou a retirada de milhares, aconteceu em Bashkiria, outra república na região central da Rússia.

    Leia tudo sobre: rússiaincêndiodepósito de muniçãoarsenal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG