Cepal organiza reunião de especialistas em crise energética e alimentícia

Santo Domingo, 13 jun (EFE).- A Comissão Econômica Para a América Latina e o Caribe (Cepal) promoverá uma reunião de especialistas governamentais sobre a crise energética e alimentícia mundial, segundo uma resolução aprovada em Santo Domingo.

EFE |

A resolução encarrega o secretário-executivo da Cepal que dedique "esforços especiais para examinar os desafios colocados pela região à atual conjuntura da crise", através da convocação desta sessão especial.

A organização, que concluiu hoje seu 32º período de sessões, presidido pela República Dominicana, não estabeleceu em sua decisão a data nem o local dessa conferência.

Além disso, a resolução pede à secretaria a elaboração de estudos especializados que permitam "dar assessoria técnica e formular opções de política pública" para enfrentar os desafios desta crise.

O documento, proposto pela República Dominicana, pede a secretaria que organize uma sessão especial para analisar o avanço das políticas de desenvolvimento produtivo e inovação na região.

O desenvolvimento produtivo foi o tema central deste período de sessões da Cepal, no qual delegações de mais de 50 países debateram sobre o desenvolvimento econômico, social e ambiental da região.

Também examinaram as atividades realizadas no biênio anterior e fixaram as prioridades de seu programa de trabalho para os próximos dois anos.

A Cepal aprovou que seu 33º período de sessões, que acontecerá em 2010, aconteça no Brasil.

O secretário-executivo da organização, o argentino José Luis Machinea, finalizará seu mandato no dia 30 de junho e será substituído a partir do dia 1º de julho pela mexicana Alicia Bárcena. EFE jsm/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG