Redação Central, 4 nov (EFE).- Centros de votação dos estados americanos de Indiana, Kentucky, Geórgia, Virgínia, Carolina do Sul e Vermont fecharam suas portas às 22h (de Brasília) de hoje.

Em Indiana e Kentucky, parte dos condados já havia encerrado o pleito às 21h.

Os colégios eleitorais dos Estados Unidos fecham o pleito hoje de forma escalonada, começando pela Costa Leste do país e terminando no Havaí.

O território americano tem mais de 300 milhões de habitantes e seis fusos horários diferentes de votação.

Os EUA elegem hoje seu 44º presidente, renovam os 435 membros da Câmara de Representantes, 35 dos 100 senadores e 11 governadores.

As pesquisas de opinião indicam que Kentucky é favorável ao candidato republicano, John McCain.

Já Indiana é um dos estados-chave, que podem tanto se inclinar para o lado do senador pelo Arizona quanto para o do democrata Barack Obama, e seus resultados serão essenciais para determinar o resultado eleitoral.

Kentucky contribui com oito votos para a decisão final na disputa pela Casa Branca, enquanto Indiana fornece 11.

São considerados estratégicos os resultados na Geórgia, com 15 votos, e, sobretudo, na Virgínia, com 13.

Carolina do Sul (15) se inclina para os republicanos e Vermont (3) tende ao lado democrata.

Após ser considerado ao longo de toda a campanha um estado partidário de McCain, nos últimos dias as pesquisas indicaram que Obama encurtou distâncias na Geórgia.

Um triunfo do democrata nesse estado poderia significar a vitória no resto do país.

Virgínia, por sua vez, é um dos estados nos quais os analistas prestaram mais atenção, já que nunca votou a favor de um candidato presidencial democrata desde que, em 1964, apoiou Lyndon Johnson.

No entanto, neste ano as pesquisas favorecem Obama por uma margem média superior a quatro pontos percentuais.

Se Obama vencer na Virgínia, esse resultado poderia antecipar um triunfo confortável do democrata.

As emissoras de TV locais declararam que se a margem for muito pequena e uma hora depois do fechamento dos colégios ainda não tiver sido anunciado um vencedor, McCain poderia ser o grande ganhador desse estado e ficar em boa posição para o resto da noite. EFE mv/db/fr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.