Centro de informação sobre gripe suína atendeu 7,3 mil ligações na Colômbia

Bogotá, 5 mai (EFE).- O centro de contato telefônico aberto na Colômbia para consultas sobre a gripe suína recebeu pelo menos 7,378 mil ligações nos primeiros dias de funcionamento, informaram hoje os responsáveis da iniciativa.

EFE |

Desse número, 1,778 mil telefonemas foram feitos na segunda-feira, no dia seguinte ao anúncio governamental sobre a confirmação do primeiro caso de contágio com o vírus A (H1N1) da gripe suína na Colômbia.

Segundo informações do Ministério da Proteção Social colombiano, o número de consultas foi registrado entre 1º e 4 de maio à tarde.

O centro de contato, uma de cujas linhas telefônicas é nacional e gratuita, está a cargo de médicos, funcionários do Ministério da Proteção Social e estudantes do último ano de medicina.

O grupo, que também oferece apoio ao pessoal e instituições de saúde, estará em serviço durante 14 dias, período que poderá ser ampliado caso necessário, segundo o ministro da Proteção Social, Diego Palacio Betancourt.

A situação de alerta no país aumentou no domingo, quando o ministro anunciou que tinha sido positiva uma das 18 amostras de casos suspeitos enviadas para análise a Atlanta (Estados Unidos). As outras 17 foram descartadas. EFE jgh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG