Centro da Itália registra terremoto de 4,1 graus

Roma, 3 jul (EFE).- A região italiana dos Abruzos, epicentro do terremoto que castigou o centro da Itália no dia 6 de abril e que deixou quase 300 mortos, registrou hoje um terremoto de 4,1 graus de magnitude na escala Richter, que espalhou o pânico entre a população.

EFE |

O tremor, cujo epicentro foi localizado a poucos quilômetros ao norte da capital da região, L'Aquila, aconteceu às 13h03 (8h03 de Brasília) a 8,8 quilômetros de profundidade, informou hoje o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia italiano (INGV).

A intensidade do tremor fez com que muitos moradores de L'Aquila, uma das cidades mais afetadas pelo terremoto de abril, saíssem à rua atemorizados, segundo informam os meios de comunicação locais.

Este forte tremor, o de maior intensidade registrado nas últimas semanas, aconteceu a apenas cinco dias de acontecer em L'Aquila a cúpula de chefes de Estado e de Governo do "Grupo dos Oito" (G8, sete países mais industrializados do mundo e a Rússia), que terá como sede a Escola da Guarda de Finanças (Polícia fiscal) dessa cidade.

O terremoto foi registrado depois que três tremores sacudiram L'Aquila na noite passada, o mais forte de 3,4 graus de magnitude na escala Richter.

Após o terremoto do dia 6 de abril, de 5,8 graus da escala Richter, que destruiu parte da cidade de L'Aquila e causou 299 mortos e milhares de deslocados, as réplicas não cessaram. EFE mcs/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG