Quito, 26 jun (EFE).- O Centro Carter expressou hoje seu otimismo em relação a uma possível retomada das relações diplomáticas entre Equador e Colômbia, suspensas há quase quatro meses.

Em visita ao presidente do Equador, Rafael Correa, representantes do centro dirigido pelo ex-presidente americano Jimmy Carter pediram o reatamento e o fortalecimento das relações diplomáticas entre Quito e Bogotá.

Socorro Ramírez, representante do Centro Carter, se disse otimista sobre a possibilidade de "os dois Governos e os dois países fortalecerem suas relações", e classificou o encontro com Correa como "frutífero".

Além disso, destacou a reunião que sua delegação manteve ontem com o presidente colombiano, Álvaro Uribe, ao ressaltar que os encontros permitiram que o grupo conhecesse "os argumentos de ambos os países".

Segundo Ramírez, o grupo de "diálogo binacional", integrado pelo Centro Carter e por acadêmicos e diplomatas das duas nações, "dará continuidade a seus esforços por fortalecer os laços que unem Equador e Colômbia".

O grupo promove uma "agenda positiva" para "fortalecer o diálogo e a relação entre os dois países", acrescentou Ramírez em declarações aos jornalistas. EFE fa/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.