Centenas de pessoas convocadas por partidos de esquerda, grupos da comunidade árabe e organizações sociais protestaram, nesta quinta-feira, em frente à embaixada de Israel em Buenos Aires, condenando os bombardeios de Israel na Faixa de Gaza.

Os manifestantes gritavam "Viva, Palestina" e "fim do massacre do povo palestino". Muitos seguravam fotos de crianças palestinas mortas nos ataques aéreos e "bonecos" feitos de lençóis pintados de vermelho, evocando os bebês vítimas dos bombardeios.

Os manifestantes também queimaram bandeiras dos EUA, por seu apoio à ofensiva.

Um pequeno grupo tentou derrubar os tapumes que protegem a sede diplomática, no centro portenho, que se encontra sob forte segurança policial.

lt/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.