Centenas passam noite de Natal em aeroportos da Europa por neve

Situação em aeroportos de Paris e Bruxelas melhora com a trégua do mau tempo e o fornecimento de líquido anticongelante

iG São Paulo |

Centenas de pessoas passaram a véspera de Natal nos terminais do principal aeroporto de Paris, França, e no aeroporto internacional de Bruxelas, Bélgica, por causa da neve que atinge a Europa há semanas.

No Charles de Gaulle, onde a falta de líquido anticongelante forçou o cancelamento e o atraso de mais de 400 voos, 200 passageiros impedidos de viajar foram presenteados com bichos de pelúcia e chocolates pelos funcionários do aeroporto. Neste sábado, o dia ensolarado e dois fornecimentos de líquido anticongelante dos EUA ajudam o Charles de Gaulle a normalizar a programação de voos.

Um porta-voz da Direção Geral da Aviação Civil da França (DGAC) explicou que, desde o começo das operações nesta manhã, não há cancelamentos de voos. Na sexta, cerca de 30 mil viajantes foram afetados pelos atrasos ou suspensão dos voos.

Também não há problemas no aeroporto de Orly, o segundo da capital francesa, nem em Beauvais, a 110 quilômetros da cidade, usado por várias companhias aéreas de baixo custo.

Em Bruxelas, entre 500 e 700 se viram obrigadas a passar a noite de Natal no aeroporto internacional  por conta dos atrasos e cancelamentos de voos por causa da neve, situação que começa a ser resolvida neste sábado, informou a imprensa local.

A princípio, o tráfego aéreo deverá ser normalizado ao longo do dia, apesar de ainda serem registradas algumas complicações, indicou um porta-voz do aeroporto. Neste sábado, todas as pistas estão abertas, depois que a capacidade do local ficou reduzida pelas condições meteorológicas.

Os problemas obrigaram um bom número de passageiros a passar a noite no aeroporto, onde a Cruz Vermelha e o Ministério da Defesa instalaram centenas de camas, e as companhias aéreas distribuíram alimentos e bebida.

Situação nas estradas

Apesar da melhora da situação nos aeroportos, vários departamentos do nordeste da França emitiram alertas por causa das nevascas e baixas temperaturas. A Sociedade Nacional de Estradas de Ferro (SNCF, na sigla em francês) anunciou nesta manhã atrasos de 30 a 40 minutos para os trens de alta velocidade Eurostar (que ligam Paris a Londres) e aos Thalys (de Paris a Bruxelas, Amsterdã e Alemanha).

Também havia atrasos de duas horas para outros trens internacionais de linhas com Bélgica, Alemanha e Holanda - países particularmente afetados pelo temporal de neve.

Na Bélgica, o tráfego por estrada segue fortemente prejudicado sobretudo no sul do país, onde se concentraram as maiores nevascas. As autoridades pedem que as pessoas aumentem a cautela por conta do gelo que cobre algumas vias e das más condições na rede secundária. Acredita-se que ao longo do dia a situação melhore, pois não são esperados novos temporais no país.

*Com EFE e AP

    Leia tudo sobre: neveeuropacaos aéreofrançabélgica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG