Centenas de pessoas em funeral de jornalista palestino da Reuters

Centenas de pessoas, incluindo dezenas de repórteres, acompanharam neste quinta-feira o funeral de Fadel Chanaa, o jornalista da agência britânica Reuters morto na quarta-feira em uma ação de Israel na Faixa de Gaza.

AFP |

Os presentes ajudaram a levar o caixão, coberto por uma bandeira palestina, do jornalista de 23 anos.

Também eram exibidas a câmera quebrada e o colete à prova de balas, coberto de sangue, de Chanaa.

Políticos do Hamas, Fatah e outras facções palestinas também estavam presentes.

Segundo a agência de notícias Reuters, Fadel Chanaa saiu de seu veículo para filmar um dos tanques que, a centenas de metros de distância, participava nas operações do Exército israelense no centro da Faixa de Gaza.

O vídeo do jornalista, poucos segundos antes de sua morte, mostra o tanque abrindo fogo. "Dois segundos depois, saiu fumaça do canhão e a fita ficou escura, aparentemente no momento em que Chanaa foi atingido", segundo a Reuters.

O veículo do jornalista tinha as palavras "TV" e "Imprensa".

az-mel/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG