Centenas de pessoas continuam desaparecidas após naufrágio na Indonésia

Jacarta, 11 jan (EFE).- Centenas de pessoas continuam desaparecidas na Indonésia desde que um navio com aproximadamente 270 pessoas a bordo naufragou nas proximidades da ilha de Célebes (norte), em meio a uma forte tempestade causada por um ciclone.

EFE |

A Agência Nacional de Salvamento confirmou até o momento o resgate de apenas 18 pessoas, entre as quais estariam as que conseguiram nadar até a costa e as que foram recolhidas por barcas de pescadores que trabalhavam perto do local do acidente, ocorrido de madrugada (hora local).

No entanto, alguns meios de comunicação locais informaram que cerca de 150 naufrágos foram resgatados hoje à tarde.

Outras informações dão conta de que, antes do naufrágio, essas 150 pessoas conseguiram embarcar nos botes salva-vidas do navio, que só teriam sido localizados há pouco.

A embarcação "Teratai Prima" naufragou devido ao mar revolto no estreito de Macassar, pelo qual passava a caminho de Samarinda, na parte indonésio das ilhas Bornéu.

O navio perdeu contato com terra por volta das 4h (18h de Brasília de sábado), momento no qual teria afundado, embora a Polícia Nacional da Indonésia só tenha tomado conhecimento do naufrágio às 15h (5h de Brasília de domingo).

Dezenas de parentes dos passageiros se encontram no porto de Samarinda, à espera de uma lista com os nomes dos sobreviventes. EFE jpm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG