Centenas de muçulmanos protestam contra Israel em Bangcoc

Bangcoc, 6 jan (EFE).- Várias centenas de tailandeses muçulmanos protestaram hoje, pelo segundo dia consecutivo, diante da embaixada de Israel em Bangcoc, como forma de condenar a ocupação militar da Faixa de Gaza.

EFE |

Os manifestantes, muitos deles vestidos com camisetas com inscrições como "Parem o massacre de Gaza" ou "Boicote a Israel", advertiram, em comunicado, que as ações militares de Israel "podem gerar incidentes inesperados no mundo".

O líder da manifestação convocada pelo Grupo Muçulmano para a Paz, Mureed Teemasean, pediu ao Governo da Tailândia que adote contra Israel uma postura de condenação.

"Condenamos o comportamento bárbaro de Israel e pedimos aos líderes muçulmanos que se envolvam e resolvam os problemas para que Israel deixe de quebrar os acordos internacionais", assinalou o grupo em comunicado.

O mesmo grupo havia protestado na segunda-feira passada diante da sede diplomática de Israel, e queimou uma bandeira do país e outra dos estados Unidos. EFE tai/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG