Centenas de milhares marcham na Itália contra a crise

ROMA - Centenas de milhares de italianos gritaram lemas contra o governo em Roma neste sábado para protestar contra o modo como o primeiro-ministro Silvio Berlusconi está lidando com a crise econômica. Eles também reivindicaram mais gastos para a criação de empregos.

Reuters |

Manifestantes ligados a sindicatos, grupos estudantis, trabalhadores e políticos de esquerda marcharam em cinco frentes por toda a cidade, carregando bandeiras e balões vermelhos.

AP
Milhares de pessoas protestam na Itália e pedem política contra a crise


O protesto foi organizado pela Confederazione Generale Italiana del Lavoro, o maior sindicato da Itália.

O trânsito foi bloqueado em muitos lugares no centro de Roma.

"O governo continua anunciando em vez de agir adequadamente", disse um dos manifestantes, Achille Mantovani. "Berlusconi fala e fala, mas o dinheiro nunca aparece", acrescentou.

Organizadores disseram que havia 2,7 milhões de pessoas tomando as ruas, trazidas por 4.800 ônibus, 40 trens especiais e dois barcos. A polícia disse que o número estava perto de 200 mil pessoas.

Leia mais sobre: Berlusconi

    Leia tudo sobre: berlusconi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG