Centenas de manifestantes atacam quartel da Polícia na Grécia

Atenas, 7 dez (EFE).- Cerca de 500 manifestantes jogaram hoje pedras e bombas incendiárias contra o quartel central da Polícia na cidade de Salônica, informaram redes de TV locais.

EFE |

O ataque aconteceu após os distúrbios de ontem em várias cidades do país, motivados pela morte de um estudante de 16 anos, atingido por um tiro da Polícia durante um confronto em Atenas com um grupo de radicais.

No centro de Atenas, mais de 2.500 pessoas se reuniram para marchar pelas principais ruas da capital grega até o quartel-general da Polícia.

Nas mãos dos manifestantes, era possível ler cartazes com frase como "Que caia o Governo dos assassinos" e "Assassinos de um jovem de 16 anos".

A organização Rede para os Direitos Sociais e Humanos convocou todos os gregos para se levantarem contra "a violência do Estado".

"Vivemos em um Estado policial", declarou à imprensa Mania Vasepski, porta-voz da ONG.

Para garantir a ordem, policiais da tropa de choque acompanham o protesto. Em outras cidades, como Salônica e Ioanina, na ilha de Creta, também são esperadas novas manifestações. EFE afb/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG