Centenas de Irmãos Muçulmanos são detidos por protesto sobre Gaza

Cairo, 6 jan (EFE).- Mais de 300 membros do grupo opositor Irmãos Muçulmanos, no Egito, foram detidos nos últimos dias por participarem de protestos em solidariedade aos palestinos em Gaza, afirmaram hoje à Agência Efe fontes do movimento.

EFE |

O considerado número dois do grupo, Mohammed Habib, explicou que desde o início da agressão israelense contra Gaza, em 27 de dezembro, 1.300 membros dos Irmãos Muçulmanos foram detidos, dos quais aproximadamente mil foram libertados posteriormente, enquanto 300 seguem ainda presos.

"As detenções são uma tentativa do regime (egípcio) de pressionar os Irmãos para que não organizem mais atos em solidariedade aos palestinos de Gaza", afirmou Habib.

Ao longo da semana passada, esse movimento islâmico organizou manifestações maciças em várias províncias do país para expressar seu apoio aos palestinos de Gaza. EFE hh/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG