Centenas de estudantes lembram invasão à Mesquita Vermelha de Islamabad

Islamabad, 6 jul (EFE).- Centenas de estudantes se reuniram hoje nas proximidades da Mesquita Vermelha de Islamabad para assistir à conferência de domingo, nas vésperas do primeiro aniversário do ataque ao templo islâmico, que deixou 100 mortos.

EFE |

Segundo o canal "Geo TV", os estudantes começaram a chegar esta manhã para participar da conferência.

As autoridades locais colocaram um cordão de segurança ao redor da mesquita, instalaram máquinas de detecção de metais e instalaram alambrados na principal via de acesso ao templo.

A Mesquita Vermelha, situada em um bairro comercial no coração da capital paquistanesa, se tornou no início do ano passado um foco fundamentalista, e seu principal clérigo, Abdul Aziz, incitava à execução de atentados suicidas em seus sermões.

Em julho do ano passado, o presidente do Paquistão, Pervez Musharraf, ordenou o posicionamento de tropas e paramilitares ao redor do templo.

Após vários dias sitiada, a mesquita foi invadida em 10 de julho e 100 pessoas morreram, segundo números oficiais, mas uma fonte dos serviços secretos elevou a quantidade de vítimas para mais de 300.

EFE igb/wr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG