escassez de homens na Austrália - Mundo - iG" /

Censo aponta escassez de homens na Austrália

Uma análise de dados levantados pelo censo australiano revelou que a Austrália está sofrendo de uma escassez de homens sem precedentes. As estatísticas revelaram que há quase 100 mil mulheres a mais do que homens na Austrália.

BBC Brasil |

O problema é pior nas cidades costeiras, para onde as mulheres se mudaram à procura de melhores empregos e estilos de vida. Muitos homens, por sua vez, deixaram o país.

Há 30 anos, a Austrália estava repleta de homens, graças a políticas de imigração que favoreciam a entrada de pessoas do sexo masculino no país.

A situação foi invertida porque milhares de homens australianos com idades entre 20 e 30 anos deixaram o país para viajar ou trabalhar. Isso provocou um desequilíbrio entre os sexos com profundas implicações.

Cidade e campo
Hoje, em grandes cidades australianas, encontram-se grupos concentrados de mulheres solteiras e números cada vez menores de membros do sexo oposto.

O especialista em demografia Bernard Salt disse que o êxodo de homens jovens para países estrangeiros está deixando marcas.

"Se você observa o censo dos Emirados Árabes, vai ver que há cerca de 12 mil australianos vivendo em Dubai, a maioria homens, a maioria no grupo com idades entre 25 e 34 anos", afirmou Salt.

"Aí está um exemplo de um país que atraiu um grupo com perfil demográfico específico para fora da Austrália, o que contribui para a escassez de homens", acrescentou.

Mas a situação fora das cidades maiores é muito diferente. Grandes quantidades de mulheres abandonaram o interior procurando melhores empregos ou educação em áreas metropolitanas.

Essas mulheres deixaram para trás comunidades com excesso de homens jovens. Na cidade de Glenden, no Estado de Queensland, no norte do país, há uma mulher para cada 23 homens.

A partir das estatísticas, os especialistas elaboraram um "mapa do amor", que mostra como os vários agrupamentos de homens e mulheres solteiros estão distribuídos pelo continente australiano.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG