Cem tibetanos são detidos por protestar diante da embaixada chinesa no Nepal

KATMANDU - Cerca de cem refugiados tibetanos do Nepal foram detidos hoje em frente à embaixada chinesa em Katmandu quando faziam uma manifestação a favor dos direitos no Tibete, informou hoje a Polícia.

EFE |

Clique na imagem e veja infográfico sobre o Tibete

Segundo um alto funcionário policial, "62 homens e 38 mulheres foram detidos", enquanto os ativistas tibetanos afirmam que os detidos foram 118.

"Fomos à embaixada da China para presentear uma flor a seu Governo e desejar que se recupere de sua doença: sua incapacidade de respeitar os direitos humanos e seu medo dos meios de comunicação", disse um ativista à Agência Efe.

Entre os detidos, havia monges e freiras, segundo o ativista.

Saiba mais sobre: Tibete - Olimpíada

    Leia tudo sobre: olimpíadatibete

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG