catástrofe humanitária em Gaza - Mundo - iG" /

Celso Amorim e rei jordaniano discutem catástrofe humanitária em Gaza

Amã, 13 jan (EFE).- O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, em visita a Amã, se reuniu hoje com o rei Abdullah II da Jordânia, com quem discutiu a catástrofe humanitária na Faixa de Gaza, informou um comunicado da Casa Real jordaniana.

EFE |

"O monarca insistiu na necessidade urgente de uma atitude efetiva do mundo que force Israel a parar sua agressão, em cumprimento à resolução do Conselho de Segurança da ONU", segundo a nota.

O Conselho de Segurança aprovou na quinta-feira passada essa resolução, que pede um cessar-fogo em Gaza, que foi rejeitado tanto por Israel quanto pelo movimento islâmico palestino Hamas, que controla o território palestino.

O texto da Casa Real jordaniana acrescentou que, durante a reunião com Amorim, o rei disse que "o fim da agressão israelense deveria ser seguido por um esforço internacional sério, para pôr fim ao conflito, com base na fórmula de dois Estados, que garanta o estabelecimento de um Estado palestino independente".

Após o encontro com Abdullah II, Amorim visitou a sede de uma organização humanitária que administra a ajuda jordaniana e de outros países da zona para Gaza.

Também se reuniu com o ministro de Assuntos Sociais da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Habbash, para coordenar com ele a distribuição de 14 toneladas de ajuda humanitária procedente do Brasil para os palestinos da Faixa de Gaza.

A Jordânia é a última escala de uma viagem de Amorim pela região que o levou também a Israel e aos territórios palestinos, onde se reuniu com a ministra de Exteriores israelense, Tzipi Livni, e com o presidente da ANP, Mahmoud Abbas, entre outros. EFE ajm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG