Celso Amorim chega nesta sexta-feira a Cuba para visita oficial

Chanceler brasileiro irá discutir o "aprofundamento da integração latino-americana e caribenha", de acordo com o Itamaraty

iG São Paulo |

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Celso Amorim, chegará amanhã a Havana para uma visita que durará dois dias. Segundo nota divulgada pelo Itamaraty, Amorim discutirá com autoridades cubanas diversos aspectos das relações bilaterais e regionais, "no contexto de aprofundamento da integração latino-americana e caribenha".

Além disso, analisará assuntos "políticos e econômicos" da agenda regional e global, deacordo com o comunicado. Amorim também será portador de uma carta do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dirigida ao presidente cubano, Raúl Castro, cujo conteúdo não foi divulgado.

A viagem do chanceler brasileiro ocorre em meio a mudanças realizadas pelo regime cubano na economia do país. Na semana passada, o cubano Fidel Castro disse que o modelo econômico de Cuba não funciona mais . Em seguida, Havana declarou que irá demitir pelo menos 500 mil funcionários estatais nos próximos seis meses e simultaneamente permitirá que mais empregos sejam criados com a abertura de empreendimentos privados, no momento em que país passa por uma de suas piores crises econômicas.

Segundo documento do governo cubano, os novos empresários cubanos terão de pagar 35% de impostos . Com isso, Havana pretende aumentar em mais de 400% a arrecadação fiscal no ainda reduzido setor privado, que, no ano passado, representou apenas 1% da arrecadação tributária. Economistas advertem, entretanto, que uma carga fiscal excessiva poderá asfixiar os futuros empresários.

* Com EFE e Reuters

    Leia tudo sobre: cubaamorim

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG