Bruxelas, 5 dez (EFE).- A Comissão Européia anunciou hoje que enviará mais 2 milhões de euro ao Sri Lanka para apoiar a assistência aos mais de 300 mil desabrigados da região de Vanni, castigada pelas fortes chuvas e inundações.

O comissário europeu de Desenvolvimento e Ajuda Humanitária, Louis Michel, disse hoje que conceder esta ajuda - que se soma aos 17 milhões de euro que a UE já enviou ao país este ano -, é a melhor forma de retribuir ao colaborador da organização Norwegian Refugee Council assassinado quando participava de um programa do Escritório de Ajuda Humanitária da Comissão Européia (Echo).

Com este último assassinato já são 29 os voluntários que perderam a vida desde 2006 no Sri Lanka, "um dos lugares mais perigosos do mundo" para as organizações de ajuda humanitária, destacou Michel.

"Não pode haver impunidade. Os voluntários estão no Sri Lanka para ajudar a sua população de maneira imparcial e neutra" e devem ser capazes de fazer seu trabalho "sem pôr suas vidas em perigo", acrescentou. EFE mrn/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.