CE financiará pesquisa sobre mudança climática no Ártico

Bruxelas, 16 set (EFE).- A Comissão Europeia (CE) vai destinar 34 milhões de euros a projetos de pesquisa que estudem as oportunidades e desafios aos impactos da mudança climática nos ecossistemas árticos e marítimos.

EFE |

Em entrevista coletiva, o comissário europeu para a Ciência e Investigação, Janez Potocnik explicou que a iniciativa pretende "ampliar o conhecimento sobre os efeitos da ação combinada dos fatores humanos e naturais nessa região, com o objetivo de conciliar as atividades marítimas com a conservação dos oceanos".

Os projetos já podem ser apresentados em 14 de janeiro de 2010 e devem incluir centros de pesquisa de mais de um Estado-membro e abranger diferentes disciplinas científicas.

Potocnik acredita que o enfoque multidisciplinar permitirá "obter uma base científica para impulsionar políticas concretas e descobrir possíveis aplicações tecnológicas".

Os projetos deverão concentrar-se nas consequências econômicas e ambientais da mudança climática no Ártico, no impacto dos fatores humanos e naturais nos mares e oceanos e seus efeitos sobre a pesca, o transporte ou o turismo e, ainda, qual será o impacto no armazenamento submarino de carbono nos ecossistemas marítimos.

Joe Borg, comissário europeu de Pesca e Política marítima, destacou a importância da "UE começar a pensar rapidamente no Ártico, já que esta região pode se transformar em um território completamente novo por causa dos efeitos da mudança climática".

As variações no Ártico, segundo Borg, podem representar oportunidades econômicas, como a abertura de novos locais de pesca e rotas de transporte, mas também desvantagens no aspecto ambiental.

"Precisamos convencer a todos os Estados-membros que chegou o momento de estarmos mais presentes no Ártico", disse o comissário europeu, ressaltando que o impacto da mudança climática será positivo ou negativo e depende diretamente da maneira como for administrado, acrescentou.

A iniciativa apresentada nesta quarta-feira, chamada oceano do amanhã, será financiada com recursos do sétimo Programa Marco de Pesquisa da UE. EFE ahg/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG