tentativas de desrespeitar direitos humanos dentro da UE - Mundo - iG" /

CE critica tentativas de desrespeitar direitos humanos dentro da UE

Bruxelas, 10 dez (EFE) - A Comissão Européia (CE, braço Executivo da União Européia) advertiu hoje contra algumas tentativas dentro da própria UE de não respeitar totalmente os direitos humanos e pediu hoje que as democracias de todo o mundo se unam para assegurar o cumprimento dessa questão. Devemos estar continuamente alerta, porque inclusive na União Européia ainda há algumas tentativas de evitar o respeito às pessoas, disse o comissário europeu de Justiça, Segurança, e Liberdades, Jacques Barrot, em comunicado por ocasião do 60º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Barrot expressou também esperança em que a chegada de Barack Obama à Casa Branca possa levar os Estados Unidos a uma política mais próxima a promover valores democráticos sem perder de vista a necessidade de uma proteção coletiva, e, além disso, fazê-lo com um humanismo autêntico. O comissário destacou que o respeito aos direitos humanos não termina nunca, e fez um apelo aos regimes democráticos de todo o mundo para que se unam nesta luta. Este é o desejo que todos os europeus, conscientes de suas responsabilidades passadas, deveriam fazer hoje, acrescentou Barrot. O presidente do Parlamento Europeu, Hans-Gert Pöttering, lamentou que, neste aniversário, seja preciso soar o alarme, já que os valores defendidos pela declaração enfrentam um ataque tão forte como nunca. Ele lembrou que, no ano passado, foram executadas 1.252 pessoas em 24 países de to...

EFE |

Pöttering disse que "os desafios de hoje são tão amplos que devemos trabalhar todos juntos", seja em nível de instituições regionais ou mundiais, os países da ONU e a sociedade civil a fim de criar uma "consciência pública" das violações aos direitos humanos.

EFE rcf/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG