resposta ruim a detenção de ex-primeiro-ministro mauritano - Mundo - iG" /

CE considera resposta ruim a detenção de ex-primeiro-ministro mauritano

Bruxelas, 22 ago (EFE) - O comissário europeu de Desenvolvimento e Ajuda Humanitária, Louis Michel, opinou hoje que a prisão domiciliar do ex-primeiro-ministro da Mauritânia Yahya Ould Ahmed el-Waghef é uma resposta ruim às exigências da comunidade internacional.

EFE |

Michel destacou em comunicado que Bruxelas já pediu "em muitas ocasiões" a libertação do presidente "legítimo" do país, Sidi Mohammed Ould Cheikh Abdallahi, e o retorno à ordem constitucional.

"A recente detenção do primeiro-ministro é um novo sinal negativo", admitiu Michel.

No entanto, o comissário mostrou confiança em que se produza uma "volta rápida à democracia", que passe pelo diálogo político entre todas as partes e não por "detenções arbitrárias".

Yahya Ould Ahmed el-Waghef já tinha sido detido pela Junta Militar junto com Abdallahi, mas foi liberado após vários dias de incerteza sobre o futuro dos principais líderes do país depois do golpe de Estado de 6 de agosto.

O ex-primeiro-ministro foi detido de novo na quinta-feira pela Gendarmaria da cidade de Nuadibu e posto hoje em prisão domiciliar na localidade de Achram. EFE rja/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG