flexibilidade e responsabilidade as normas de concorrência - Mundo - iG" /

CE aplicará com flexibilidade e responsabilidade as normas de concorrência

Bruxelas, 1 out (EFE).- A Comissão Européia (CE, órgão executivo da União Européia) aplicará com flexibilidade e responsabilidade as normas européias de concorrência, para facilitar aos Estados-membros o resgate dos bancos atingidos pela crise financeira.

EFE |

Essa declaração foi feita hoje, em entrevista coletiva, pelo presidente da CE, José Manuel Durão Barroso, que anunciou também a concessão de poderes especiais para que a comissária de Concorrência da União Européia (UE), Neelie Kroes, possa agir com mais rapidez ao avaliar as operações de salvamento.

Menos de 24 horas após receber a notificação oficial, o Executivo da UE deu hoje o sinal verde ao plano de resgate do banco britânico Bradford & Bingley (B&B).

Nos próximos dias, terá que analisar, entre outros, as medidas adotadas por Holanda, Bélgica e Luxemburgo a favor do Fortis e por estes dois últimos e a França em relação ao Dexia.

"Todas nossas decisões respeitarão a legislação européia, mas faremos uso da flexibilidade que esta permite", disse Barroso.

Neste sentido, anunciou que as regras sobre ajudas de Estado - às quais devem se ajustar as nacionalizações de bancos aprovadas por vários países nos últimos dias - serão aplicadas "em tempo real".

Para isso, o Executivo da UE permitirá que Kroes autorize ajudas de emergência sem necessidade de passar pelo plenário de comissários.

A concessão destes poderes extraordinários a Kroes gerou críticas de alguns comissários europeus, que afirmam que qualquer flexibilização das normas de concorrência teria causaria polêmica se os beneficiados fossem, principalmente, Estados ou empresas do sul da Europa, e não belgas, holandesas, alemãs ou inglesas, como agora.

"Repito, não tenho nenhum conflito de interesses. Se há alguém que, por exemplo, possa provar que não sou objetiva, que venha e diga, mas não conseguirá porvar isso", defendeu-se Kroes. EFE mvs/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG