Animais ficaram descontrolados durante comemoração do Dia da Independência

Pelo menos uma pessoa morreu e 23 ficaram feridas no último domingo em Bellevue, no Estado americano de Iowa, durante um desfile em comemoração ao 4 de Julho, dia da Independência nos Estados Unidos. Segundo a polícia, dois cavalos ficaram descontrolados e saíram em disparada, atropelando crianças e adultos.

O acidente aconteceu depois que um dos cavalos encostou a cabeça no outro. "Saíram a galope pela rua descontroladamente", afirmou o chefe dos bombeiros de Bellevue, Chris Roling, ao New York Times. "Correram ao longo de seis quadras, com o carro atrás deles, atropelando as pessoas". Cerca de 10 mil pessoas assistiam ao desfile.

A vítima, de acordo com o porta-voz da polícia, foi identificada como sendo Janet Steines, de 60 anos. Ela morreu no Hospital de Iowa, em Iowa City, na noite de domingo.

Entre os feridos estão dois menores que recolhiam balas lançadas durante o tradicional desfile de Bellevue, uma localidade de cerca de 2.300 pessoas na fronteira entre Iowa e Illinois.

Dez pacientes, sendo nove deles crianças, foram enviadas ao hospital Mercy Medical, em Dubuque. Outras seis crianças foram tratadas no local e já foram liberadas. Em estado crítico, uma criança foi de helicóptero para o hospital da Universidade de Iowa.

Equipes de socorro ajudaram as vítimas, enquanto alguns voluntários instalaram tendas de campanha para proteger os feridos do intenso calor, e outros ofereciam gelo e água, até que foram levados em ambulância ou helicóptero a vários hospitais da região.

Vários moradores da região ajudaram fazendo ligações ou enviando mensagens de texto para pedir ajuda médica para as vítimas, segundo o prefeito de Bellevue, Virgil Murray.

"Na realidade nunca tinhamos tido uma tragédia", acrescentou o prefeito, assinalando que até agora o pior que tinha acontecido é que a chuva estragou o desfile.

O governador de Iowa, Chet Culvert, emitiu um comunicado no qual disse estar "especialmente triste" pelo acidente que ocorreu na festa mais patriótica dos americanos, e fez preces pelas vítimas.

* Com AP e EFE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.