Wolfgang Amadeus Mozart, que morreu em dezembro de 1791 aos 35 anos, teria sido vítima de uma complicação renal derivada de uma infecção com estreptococos, segundo um estudo sueco publicado na revista médica americana Annals of Internal Medicine.

A morte do compositor austríaco já provocou muitas especulações, incluindo as de envenamento provocado pelo músico italiano Antonio Salieri ou tuberculose.

O dr. Richard Zegers, da Universidade de Amsterdã, um dos três autores do estudo acredita que uma pequena epidemia de estreptococos atacou os vienenses durante a época da morte do músico.

js/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.