Caterpillar, com queda nos lucros, anuncia 20.000 demissões

O fabricante americano de máquinas de obras Caterpillar anunciou nesta segunda-feira que pretende demitir 20.000 funcionários no mundo, para enfrentar o ano muito duro que acaba de começar e que deve se traduzir pela queda de aproximadamente 20% do faturamento.

AFP |

A Caterpillar, que tinha quase 113.000 trabalhadores no fim de 2008, espera demitir 4.000 operários, além das 7.500 de demissões voluntárias e involuntárias entre funcionários administrativos. Além disso, espera 8.000 demissões entre os trabalhadores temporários, que não estão contabilizados nos efetivos totais e não terão os contratos renovados.

Estas medidas, que incluem ainda fortes reduções de horas extras, além de um congelamento nas contratações e dos salários para os empregados administrativos, foram anunciadas no momento em que a Caterpillar registrou em 2008 uma quase estagnação de seu lucro, a 3,56 bilhões de dólares.

No quarto trimestre, o lucro caiu 32%, para 661 milhões de dólares. Por ação, o ganho ficou em 1,08 dólar, contra 1,31 dólar previsto pelos analistas, segundo comunicado do grupo.

"Com a forte queda nas vendas, acreditamos que os lucros de 2009 cairão muito em relação a 2008, e estamos adotando medidas para atingir nossa meta de lucro por ação de 2,50 dólares, sem contar os custos de reestruturação, para vendas e receitas de 40 bilhões em 2009", explicou o grupo em seu texto.

chr/lm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG