Catalunha vai exumar valas comuns das vítimas de Franco

O governo regional da Catalunha (Espanha, nordeste) vai abrir as valas comuns da Guerra Civil (1936-1939) e do pós-guerra, após a aprovação de uma lei pioneira na Espanha para a exumação dos restos mortais das vítimas desse período.

AFP |

O governo regional catalão é, por enquanto, o único na Espanha que vai assumir os gastos dos estudos para identificar os corpos encontrados em valas comuns que contém menos de 20 cadáveres, segundo contempla a lei, que será ratificada no parlamento regional.

Enquanto espera a aprovação da "Lei das Valas", o governo autônomo catalão, dirigido por três partidos de esquerda, apresentou na semana passada um mapa com aponta 179 valas comuns em seu território, em "resposta a um mandato político e a um compromisso ético", nas palavras do responsável de Relações Institucionais, Joan Maura.

As tarefas de exumação e identificação serão feitas pela Universidade Autônoma de Barcelona, Universidade de Barcelona e o Instituto de Medicina Legal da Catalunha.

Calcula-se que na Catalunha existam cerca de 9.000 corpos enterrados em valas comuns desses períodos.

apa/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG