Catacumbas de Roma revelam imagem mais antiga de São Paulo

ROMA (Reuters) - Arqueologistas do Vaticano descobriram o que acreditam ser a imagem mais antiga de São Paulo o Apóstolo ainda existente, datada de século IV, nas paredes de catacumbas sob Roma. O jornal do Vaticano Osservatore Romano, ao revelar a descoberta no domingo, publicou a fotografia de uma imagem pintada em afresco de um rosto masculino com barba preta e uma auréola brilhante sobre um fundo vermelho.

Reuters |

Especialistas da Comissão Pontífice para Arqueologia Sagrada fizeram a descoberta em 19 de junho nas Catacumbas de Santa Tecla em Roma e a descreveram como "o mais antigo ícone da história dedicado ao culto do Apóstolo", de acordo com o jornal do Vaticano.

São Paulo e São Pedro são reverenciados pelos cristãos como os maiores missionários da antiguidade.

Os cristãos dos tempos antigos em Roma enterravam seus mortos em catacumbas cavadas nas pedras sob a cidade e decoravam as paredes subterrâneas com imagens de devoção.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG