Casos de infectados por gripe nos EUA sobem para 286

Washington, 4 mai (EFE).- O diretor interino dos Centros de Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, Richard Besser, informou hoje que o número de afetados pela gripe suína subiu para 286, e que o vírus já foi detectado em 36 estados do país, mas disse que há sinais promissores.

EFE |

"Não podemos dizer que estamos fora de perigo, mas há sinais promissores", disse hoje Besser, que advertiu, no entanto, de que "não se pode baixar a guarda".

Entre os sinais encorajadores que mencionou, o diretor interino do CDC destaca o fato de que a imensa maioria dos doentes apresenta sintomas leves.

Além disso, ressaltou que a doença está sendo transmitida mais lentamente no México, país que registra o maior foco da gripe e onde alguns pacientes nos Estados Unidos contraíram o vírus.

Besser destacou que, nos exames de laboratório, os cientistas descobriram que o novo vírus do AH1N1 não tem o "marcador" genético do causador da gripe espanhola, em 1918, na qual morreram dezenas de milhões de pessoas.

No entanto, o especialista destacou que o vírus é "novo" e, portanto, de comportamento desconhecido, por isso que não se sabe com certeza o que acontecerá na próxima temporada da gripe, em outono (hemisfério norte).

Uma das questões acompanhadas de perto pelo CDC é como o vírus se comporta durante o outono no hemisfério sul e com a proximidade do inverno.

"A comunidade internacional está trabalhando para fazer um acompanhamento do vírus no cone sul, para ver se muda ou se fica mais severo", disse.

Segundo os últimos dados das autoridades sanitárias, nos Estados Unidos há 286 casos confirmados, dos quais só um, um bebê mexicano de 23 meses, morreu, no estado do Texas.

O vírus está presente em 36 estados, seis a mais dos registrados no domingo.

Os estados onde o vírus se propagou com maior força até agora são Nova York, com 73 casos; Texas, com 41; Califórnia, com 30; Delaware, com 20; e Arizona, com 17. EFE pgp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG